Com 13 novas startups, BootCamp abre 3ª rodada do programa Creative Startups - Anprotec
[Com 13 novas startups, BootCamp abre 3ª rodada do programa Creative Startups]
7/fevereiro/2018
Auditório da Samsung, em São Paulo.

Auditório da Samsung, em São Paulo.

O BootCamp que marca o início do processo de aceleração da startups selecionadas para a 3ª etapa do programa Creative Startups começou na tarde da última quarta-feira (7), na sede da Samsung, em São Paulo (SP).

O evento reuniu empreendedores das startups deste ciclo e de rodadas anteriores; representantes da Samsung, patrocinadora do Creative Startups; da Anprotec, executora do programa; da Embrapa, que é parceira na iniciativa; além de lideranças do governo, como o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, acompanhado do Secretário de Política de Informática do MCTIC, Thiago Camargo.

Na ocasião, Mário Laffitte, vice-presidente de marketing e assuntos corporativos da Samsung América Latina, enfatizou que o Creative Startups tem exemplos que mostram que a junção de esforços da iniciativa privada, do mundo acadêmico, do ambiente de P&D, sempre que tem o apoio do poder público, gera bons resultados, necessários para o desenvolvimento tecnológico do país. “A Samsung vem buscando oportunidades para participar cada vez mais desse ambiente de desenvolvimento tecnológico e ficamos muito felizes por todo o caminho que trilhamos junto com o MCTIC, com a Anprotec, e a Embrapa mais recentemente. Para nós, tecnologia só vale se traz benefício para o indivíduo e, fundamentalmente, para a sociedade. E esse é o espírito da nossa participação neste projeto”, afirmou Laffitte.

José Alberto Aranha, presidente da Anprotec.

José Alberto Aranha, presidente da Anprotec.

Já o presidente da Anprotec, José Alberto Sampaio Aranha, aproveitou o momento para manifestar a satisfação com a participação da Anprotec no Creative Startups e com os resultados já alcançados.

“Acompanho esse programa desde o começo e acho que ele representa muito o nosso movimento de promover empreendimentos inovadores. Esse convênio com a Samsung tem um ponto muito importante a ser destacado: ele começou estruturado e é um aprendizado contínuo. O primeiro ano foi um ano de grande aprendizado, com grande sucesso. No segundo ano, começamos a gerar startups que estão trazendo novas alternativas de negócio para a Samsung. Isso é muito significativo, gerar empreendimentos que realmente deem às empresas novas visões, novas opções para onde conseguimos fazer disrupturas”, pontuou Aranha.

Ministro Gilberto Kassab na abertura do evento.

Ministro Gilberto Kassab na abertura do evento.

O ministro Kassab parabenizou os atores envolvidos na iniciativa, lembrando que eles estão “acreditando no Brasil e dando a oportunidade para a inovação, não apenas pela tecnologia, mas pela geração de conhecimento e pela oportunidade que está sendo dada às pessoas, que abrirão seus caminhos para que, na inovação, realizem-se pessoalmente e profissionalmente e, dessa maneira, contribuam para um Brasil e para um mundo melhor”.

“Quando vejo ações como essa da Samsung e da Anprotec, acho que estamos no rumo certo. A melhor coisa que um governo pode fazer é criar o ambiente, ou seja, a infraestrutura para a inovação na economia, para que a gente tenha uma digitalização mais eficiente. E fico feliz por ver que o atual governo faz isso pela gestão e por ações estruturantes”, completou o Secretário de Política de Informática do MCTIC, Thiago Camargo.

Uma das novidades desta edição é a parceria com a Embrapa – unidade Informática Agropecuária – que consolida a objetivo do Creative Startups de fomentar, também, projetos inovadores na área de Agritech.

“A Embrapa tem a missão de promover a sustentabilidade da agricultura, o que é inconcebível sem a presença tecnológica. Apostamos 100% na agricultura digital, altamente tecnificada. Com a Anprotec, agora temos um convênio estabelecido e a parceria pode gerar resultados que ajudem a promover essa sustentabilidade agrícola”, frisou Giampaolo Pellegrino, chefe-adjunto de P&D da Embrapa Informática Agropecuária”.

Encerrando as apresentações sobre o Creative Startups, Simone Scholze, diretora de relações governamentais da Samsung Research Center Brazil, falou um pouco sobre a história e os desafios na criação do programa, que foi o pioneiro no uso dos incentivos da Lei de Informática para apoio às startups.

Simone concluiu sua fala destacando: “Acredito nesse programa, que ele vai continuar a dar frutos, que a Samsung vai continuar a se empenhar. Ele tem sido uma vitrine para iniciativas que vêm surgindo Brasil afora. Vamos continuar em frente nesse esforço”.

Resultados alcançados

Os presentes também puderam conhecer os resultados dos dois ciclos do programa já realizados. Conforme mostrou Luís Gustavo Peles, gestor de projetos da Anprotec, entre o Batch 1 e o 2, o número de incubadoras participantes dobrou, passando de cinco para 10. Já a quantidade de inscritos praticamente triplicou, saltando de 106 na primeira edição para 300 na segunda.

O número de startups apoiadas também subiu, de 8 para 12. Peles enfatizou, ainda, que o seed money por startup foi de R$ 140 mil na primeira edição e entre R$ 50 e R$ 250 mil na segunda. Segundo o gestor de projetos da Anprotec, o volume de recursos usados via Lei de Informática também cresceu entre os dois ciclos, de R$ 1,1 milhão para mais de R$ 2 milhões.

Desde que o programa foi criado, tem sido feito o monitoramento do progresso das empresas, no que diz respeito a supply chain, disponibilização de aplicativos na Galaxy apps, parcerias na área de P&D e abertura de novos nichos de mercado para a Samsung. Especialmente com relação a este último critério, como relatou Peles, foi possível constatar que, entre o primeiro e o segundo ciclos, a participação das startups cresceu significativamente.

O gestor de projetos da Anprotec também adiantou os resultados previstos para esta terceira edição do programa, na qual serão aceleradas 13 startups. “A expectativa é que 600 empreendedores sejam beneficiados indiretamente e que até R$ 3,5 milhões sejam patrocinados via Lei de Informática”, contou Peles, lembrando duas novidades da edição: a parceria com a Embrapa e o apoio de aceleradoras selecionadas.

As atividades do BootCamp continuaram na quinta (8) e na sexta (9), no COW Berrini, na Vila Gertrudes, em São Paulo, com a interação entre as startups e as aceleradoras.

[Busca]
[Associados]
Acesso restrito

Esqueci minha senha
[Newsletter]
[Agenda]
[Realizações Anprotec]
    Land2Land
    Avance!
    Programa de Promoção da Economia Criativa
    CERNE
    Sapi
    Missões internacionais Missões internacionais Missões internacionais
    Estudos e pesquisas Estudos e pesquisas Estudos e pesquisas
    Conferência Anprotec Conferência Anprotec Conferência Anprotec
    Memória Anprotec Memória Anprotec Memória Anprotec
[Parceiros]
    Sebrae
    EBN
    MDIC
    Apex
    Cnpq
    MCTI
    InBIA
[CONTATO]