Participe do Prêmio de Educação Empreendedora - Anprotec
[Participe do Prêmio de Educação Empreendedora]
19/abril/2017

shutterstock_366847817Endeavor e Sebrae estão com inscrições abertas para a edição 2017 do prêmio que reconhece anualmente os educadores e gestores à frente das principais boas práticas do ensino de empreendedorismo no país. O concurso faz parte do Movimento de Educação Empreendedora, e tem como objetivo empoderar as Instituições de Ensino Superior para que elas se tornem, cada vez mais, protagonistas no incentivo e na capacitação de empreendedores nas universidades.

O vencedor será premiado (troféu e certificado) na Rodada de Educação Empreendedora 2017 – evento que faz parte do movimento – e participará do Simpósio para Educadores de Empreendedorismo da Babson College em Boston (EUA), com todas as despesas pagas.

Os critérios avaliados no Prêmio serão: inovação, alto impacto e facilidade de implementação do modelo em outras instituições. Podem participar professores, pesquisadores, alunos e outros colaboradores de Instituições de Ensino Superior brasileiras, de qualquer nível de curso – graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado, MBA, especialização, entre outros. Os interessados devem se inscrever, até o dia 23, no site.

A Endeavor e o Sebrae, referências no cenário empreendedor nacional, têm despendido esforços na promoção e valorização de iniciativas que transformem o Brasil em um país com mais empreendedores à frente de negócios que crescem e geram empregos. Na educação, os desafios, mapeados pela Pesquisa Empreendedorismo nas Universidades Brasileiras 2016, começam pelo desalinhamento acerca do ensino de empreendedorismo – enquanto 65% dos educadores estão satisfeitos, apenas 36% dos alunos parecem concordar. Além disso, as instituições, no geral, só têm disciplinas que inspiram os alunos a darem o primeiro passo. Programas que proporcionam maior visão empreendedora, como criação e gestão de novos negócios, franquias e inovação e tecnologia, estão presentes em somente 6,2% das instituições. O cenário, por sua vez, é desafiador: de um lado, mais da metade dos universitários empreendedores não conversa com seus professores sobre negócios; de outro, falta inovação e sonho grande nos alunos – quase 90% deles afirma que seu negócio não é novo no mercado nacional, e apenas 10% espera ter 25 funcionários ou mais nos próximos 5 anos.

Na contramão, algumas pessoas já mostram que é possível mudar essa realidade. Como é o caso do Geraldo Campos, professor da Unisul, que criou na universidade um projeto para transformar os TCCs dos alunos, que muitas vezes eram engavetados, em negócios capazes de gerar mudanças concretas na comunidade. Geraldo foi o ganhador da edição 2016 do Prêmio de Educação Empreendedora. Só em 2016 mais de 80 estudantes, de 18 cursos diferentes, estiveram envolvidos no desenvolvimento de 10 TCC Startups, e em 15 startups que orbitavam o espaço “iLAB”.

Sobre a história do Geraldo: o professor Geraldo Campos criou na Unisul o “TCC Startup” com o objetivo de desenvolver nos alunos competências para inovação e empreendedorismo por meio da transformação de trabalhos de conclusão de curso (TCCs) em negócios inovadores. Assim, os trabalhos não ficariam mais engavetados após a conclusão, e seriam capazes de gerar mudanças concretas na comunidade.

A provocação surgiu dos próprios alunos, que procuravam os professores interessados em investir em suas ideias e projetos, mas que não recebiam suporte da instituição e não sabiam a quem mais recorrer. O professor Geraldo, incomodado com a procura dos alunos, começou a mobilizar colegas e outras pessoas da instituição para buscar uma alternativa.

Muito mais do que o suporte convencional que um aluno de TCC recebe, no caso do “TCC Startup” eles passam a receber o auxílio necessário para aprofundar sua ideia, desenvolver o modelo de negócio, e dar os primeiros passos para tirar o sonho do papel. Além disso, a iniciativa oferece um espaço de alta qualidade à disposição dos alunos, com mentorias e o suporte do iLab da UNISUL, que foi criado a partir da demanda do TCC Startup.

De acordo com Geraldo, só em 2016 mais de 80 pessoas, de 18 cursos diferentes, estiveram envolvidas no desenvolvimento de 10 TCC Startups, e em 15 startups que orbitavam o iLAB.

Geraldo Campos é professor da UNISUL, coordenador do NUEMP – Núcleo de Empreendedorismo da Agência de Inovação e Tecnologia da UNISUL, CEO do Sapienza Brasil, Membro do Conselho Consultivo do INAITEC – Instituto de Apoio à Inovação e Tecnologia do Continente e Co-criador do iLAB – Laboratório de Inovação e Empreendedorismo da UNISUL.

Mais informações nessa apresentação e nesse arquivo.

*Fonte: Agência Sebrae de Notícias

[Busca]
[Associados]
Acesso restrito

Esqueci minha senha
[Newsletter]
[Agenda]
[Realizações Anprotec]
    Land2Land
    Avance!
    Programa de Promoção da Economia Criativa
    CERNE
    Sapi
    Missões internacionais Missões internacionais Missões internacionais
    Estudos e pesquisas Estudos e pesquisas Estudos e pesquisas
    Conferência Anprotec Conferência Anprotec Conferência Anprotec
    Memória Anprotec Memória Anprotec Memória Anprotec
[Parceiros]
    Sebrae
    EBN
    MDIC
    Apex
    Cnpq
    MCTI
    InBIA
[CONTATO]